Mês: maio 2017

Dez mandamentos para não ter o carro roubado

O blog Carsystem, preocupado com sua segurança, traz os dez mandamentos para que você não tenha seu veículo roubado. C0nfira:

  1. Use o bom senso ao escolher um local para estacionar. Estacionamento fechado é sempre a melhor opção para evitar os furtos e roubos. Mas, quando não houver alternativa e for preciso parar o carro na rua, evite lugares ermos e de fraca iluminação;
  2. Não deixe nada dentro do carro, nem mesmo sacolas vazias. Qualquer objeto pode ser confundido com um item de valor e atrair a atenção do ladrão. Crie o hábito de guardar compras no porta-malas assim que você entrar no carro;
  3. Não cole adesicos que exponham informações pessoais. Um adesico que mostra que o proprietário estuda na faculdade mais cara da cidade pode atrair o ladrão.
  4. Um adesivo feminino também pode indicar ao ladrão que o carro pertence a uma mulher. Se o objetivo for um assalto, essa informação pode incentivar o criminoso a mirar exatamente esse veículo, já que ele pertence a uma vítima mais vulnerável.
  5. Não guarde documentos no carro. Boletos bancários, cartões e correspondências podem ser usados pelos ladrões para acessar sua conta ou planejar um roubo à sua casa. A carteira de motorista e o registro do carro também não devem ficar no interior do veículo. Se o carro for levado, em posse dos documentos, os criminosos podem ter mais facilidade para vender e usar seu veículo;
  6. Utilize dispositivos de segurança visíveis. Eles podem ser muito eficientes diante de ladrões casuais e mais oportunistas;
  7. Evite dizer a manobristas e flanelinhas quanto tempo você irá demorar até retornar. Se o objetivo for furtar o carro, o ladrão pode desistir ao saber que não terá tempo para agir com tranquilidade.
  8. Não namore dentro do carro, principalmente à noite e em lugares desertos; 
  9. Em semáforos, mantenha sempre uma distância segura entre o seu veículo e o carro da frente quando o semáforo fechar. Você terá mais visibilidade e espaço caso seja necessário arrancar o carro repentinamente; 
  10. Ao chegar em casa, antes de entrar na garagem, preste atenção na rua, nas calçadas e nas esquinas. Muitos sequestros acontecem exatamente quando o motorista está chegando em casa. Se você notar alguma pessoa com comportamento suspeito, dê mais uma volta e informe a polícia.

Proteja-se com um rastreador Carsystem. Acesse o hot site e adquira o seu em condições especiais: http://www.carsystem.com/blog/

Seu carro está com barulho? Aprenda a identificar a causa

Com o tempo de rodagem em ruas esburacadas das cidades brasileiras, alguns barulhos começam a surgir no carro. Alguns são fáceis de serem identificados, mas muitos perturbam o motorista.

Veja abaixo os ruídos mais comuns, como eles se manifestam e o que podem significar.

BARULHOS NA DIANTEIRA
São os mais comuns, até porque o peso do motor exige mais da suspensão dianteira. Os problemas mais frequentes dizem respeito a amortecedores, molas, bandejas, pivôs e buchas da barra estabilizadora. São ruídos comuns e facilmente identificados através de uma inspeção visual.

Os ruídos intermitentes estão relacionados a determinadas situações, como torções, subidas, valetas ou mesmo a combinação delas. Confira exemplos:

1) Pinos do cavalete das pinças de freio. Geralmente o ruído acontece quando você pisa no freio levemente.

2) Folga na fixação dos amortecedores: tambémacontece quando esterçamos o volante e passamos em lombada ou valeta.

3) Coxim do motor quebrado. Dependendo de cada modelo, o motor é apoiado por três ou quatro coxins. Ao passamos em buracos, o peso do motor recai sobre seus apoios; quando um deles esta quebrado, escuta-se um ruído grave. O motivo pode ser identificado visualmente ou provocando a torção motor, puxando o freio de mão e tentando movimentar o veículo para frente ou para trás.

4) Bieleta com folga. Esta peça da suspensão dianteira costuma não aparentar problema quando inspecionada visualmente. A maneira de identificar o defeito é retirá-la da suspensão e dar uma volta com o carro em baixa velocidade. Se o barulho sumir, é de bom substituir o par.

BARULHOS NA TRASEIRA

Na parte de trás do carro existem barulhos tradicionais como os de amortecedores sem ação, molas quebradas, escapamento solto, folga na fixação do estepe e macaco, tampão traseiro dos alto-falantes.

Os mais difíceis de descobrir são:
1) Folga na fechadura da tampa da mala: a tampa traseira fica batendo. Existem alguns batentes de borracha na tampa traseira que, muitas vezes, caem, deixando a tampa com folga. Uma regulagem resolve.

2) Pontos de solda soltos na lataria. Apesar de raros, eles costumam deixar qualquer mecânico louco. Geralmente o problema ocorre em veículos que sofreram grandes colisões.

3) Folga na trava do encosto do banco traseiro.Este barulho só ocorre quando o banco está vazio; se alguém se sentar, o barulho some. Nestes casos, apesar de ser ilegal, alguns mecânicos chegam andar em ruas de paralelepípedo dentro do porta malas para identificar pontualmente o local do barulho…

BARULHOS NO MEIO DO CARRO

Esta região tem poucos focos de barulho, porém não menos chatos de serem identificados. Os mais comuns ocorrem dentro das portas, geralmente devido a instalações mal feitas como alto-falantes soltos e módulos e acabamentos mal fixados. Carros blindados são as maiores vítimas.

Os causadores de ruídos no meio do carro mais difíceis de serem desvendados são:

1) Pinos de porta com desgaste: eles ocorrem em veículos com portas grandes e pesadas. Geralmente o barulho se confunde com um barulho na coluna ou mesmo na suspensão. Para identificá-los é necessário andar a 5 km/h em rua esburacada (e vazia) e abrir a porta em 10 centímetros: se o barulho parar, será necessário substituir os pinos. Às vezes uma regulagem na fechadura resolve.

2) Bancos dianteiros. Atingem principalmente o do passageiro, geralmente quando está vazio. As causas são folgas no trilho ou no encosto de cabeça.

3) Fixadores do cinto de segurança na coluna: eles também costumam fazer barulhos intermitentes.

Lembre-se: um veículo possui milhares de peças que podem causar barulhos intermitentes. Procurar uma oficina especializada em determinada marca é interessante, pois a experiência poderá encurtar o tempo de permanência do veículo na oficina.

Fonte: G 1

Você já tem seu rastreador Carsystem? Acesse o hot site e compre o seu, com preços especiais: http://www.carsystem.com/blog/

 

Aumento de roubo de veículos no RJ faz preço de seguro disparar

Os casos de furto e roubo de veículos atingiram níveis alarmantes no Rio de Janeiro. O problema se reflete no forte aumento de preços dos seguros.

Só no primeiro trimestre desse ano, o crescimento do número de carros roubados na Zona Sul do Rio foi de 45% em comparação ao mesmo período de 2016. Nas Zonas Norte o crescimento foi de 18% e na Oeste, 20%.

” Vamos partir do princípio de 100 veículos roubados por dia. Em média, 20% são recuperados, isso porque os carros são abandonados. Aqueles que ficam com os criminosos são levados para o desmanche, e também são vinculados a clones”, diz Julio Cesar Rosa, diretor executivo da Federação Nacional de Seguros Gerais.

Segundo o sindicato das seguradoras, a taxa de roubos em carros com seguro é de 8 a cada 10 carros. E isso, segundo um diretor do sindicato, entra na conta das seguradoras.

” A seguradora especifica de acordo com o modelo do veículo, a região e o perfil do segurado. Os roubos explodiram, e por isso o preço dos seguros subiu muito “, diz Roberto Santos, diretor do Sindicato. Ele deu algumas dicas.

“O uso de garagem reduz substancialmente o preço do seguro, caso a pessoa more em uma região com altos índices”, afirmou ele. Com seguro popular e garagem, o seguro pode descer a até R$ 1542, 25% a mais do que o valor atual na maior parte das seguradoras.

Fonte G 1.

Diante desse quadro, adquirir um rastreador é a melhor opção levando em conta a relação custo-benefício. Além disso, a Carsystem oferece o plano Carsystem com Seguro, sem análise de perfil, com custo até 50%  mais barato que o seguro tradicional e rastreador grátis.

Adquira o seu em condições especiais no hotsite: http://www.carsystem.com/blog/

Confira dicas de segurança para as mamães no trânsito

Dirigir, Mulher, Séria

Neste 14 de maio comemoramos o dia das Mães. A Carsystem parabeniza nossas heroínas, e traz essas dicas do Centro de Experimentação e Segurança Viária para que elas tenham mais segurança ao volante. Confira:

Salto Alto

O uso de salto alto é proibido. Ele pode enroscar no tapete ou nos pedais em uma situação de emergência.       Recomenda-se o uso de sapato ou tênis que se fixe bem ao pé, ou mesmo dirigir descalça. Por isso, se um evento pede salto alto, leve um calçado reserva para uso no carro.

Maquiagem = distração no volante

Maquiar-se durante a condução de um veículo aumenta a chance de acidentes em até quatro vezes, de acordo com pesquisas internacionais. Mesmo nas curtas paradas e partidas dos semáforos, maquiar-se é um risco, pois essa distração pode levar a batidinhas leves, que geralmente ocorrem a menos de 20 km/h – vale destacar que, nessa velocidade, um carro percorre mais de 5 metros em apenas 1 segundo.

Com o filho

A mãe que transporta seu filho no carro deve lembrar-se de sempre utilizar o assento adequado para ele, seja bebê-conforto, cadeirinha ou assento de elevação, de acordo coma  idade e o tamanho da criança. Certifique-se de que o dispositivo está adequadamente preso ao cinto ou ao carro. Quem não usa está sujeito a multa e, muito pior, ao risco de ter o filho ferido em um acidente, mesmo em baixa velocidade.

Os amigos

A mãe que dá carona para os colegas do filho no trajeto para a escola não deve transportar mais crianças do que seu carro permite. Lembre-se ainda de deixar as maiores no banco da frente, certificando-se de que todas estejam usando cinto. Crianças maiores de 10 anos sempre podem ser transportadas no banco de frente. Já menores de 10 anos, só em caso de lotação nos bancos de trás por crianças de idade inferior – a criança transportada no banco da frente deve ser a mais velha de todas.

Assaltos

As mulheres são os alvos preferidos dos ladrões. Mantenha sempre os vidros do carro fechados e permaneça atenta ao que ocorre ao seu redor. Em caso de assalto, não reaja.

Proteja seu veículo com a Casrsystem. Acesse o hot site e adquira o seu rastreador em condições especiais!

http://www.carsystem.com/blog/

Quatro motos são roubadas por hora em São Paulo

Estudo feito pela Fundação Álvares Penteado (Fecap) aponta que no primeiro trimestre deste ano, 9.569 motos foram roubadas em todo o Estado, uma média de 106 por dia, ou 4 motos por hora.

Na capital paulista, de janeiro a março já foram roubadas 3.209 motos, uma média de 35 por dia. Os bairros de Guaianazes (com 29 casos) e Brasilândia (com 28 casos) foram os que mais tiveram ocorrências.

Algumas dessas motos roubadas são vistas pilotadas até por menores de idade, que realizam exibições nas ruas de Guaianazes, realizando manobras perigosas, conforme reportagem da TV Globo.

Muitos desses veículos passam por desmanche para posterior venda de peças separadamente.

Diante desse cenário, é importante se proteger. Adquira o seu rastreador Carsystem em condições especiais através do Hot Site: http://www.carsystem.com/blog/

CARSYSTEM - Em todo o Brasil, Proteção tem Nome.