Tag: veículos

Quadrilha vendia carros roubados pela Internet

Gabryella Monteiro da Silva, de 23 anos, foi presa em São Paulo apontada pela polícia como integrantes de uma quadrilha especializada em vender carros roubados pela internet.

Segundo a polícia, Gabryella se passava por dona dos veículos para dar o golpe. Ela foi reconhecida por 17 pessoas que foram à delegacia. Esta é a terceira vez que Gabryella é presa este ano pelo mesmo motivo. Ela vai responder por receptação e associação criminosa.

A polícia diz que a quadrilha tem pelo menos 10 pessoas: os que roubam os carros, os que falsificam os chassis, placas e documentos, os que fazem os anúncios na internet, e os que tratam da venda com os clientes, como era o caso de Gabryelle.

“Os valores eles eram anunciados como os outros, eram o valor de mercado, eles utilizavam o valor da tabela Fipe pra fazer o anúncio e durante as tratativas da negociação, cerca de 1 semana, até 10 dias, eles reduziam um pouco desse valor, mas nada que chamasse muito a atenção das vítimas”, explica o delegado César Saad. (Fonte G 1)

Proteja seu veículo com a Carsystem!
Acesse o hot site www.carsystem.com/blog e adquira o seu!

Veja quais são as 20 ruas com mais roubos de veículos em São Paulo

Dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo apontam quais foram as vias com maior número de casos de furto e roubo de veículos nos primeiros seis meses de 2017. Confira:

1- Av. Mateo Bei, em São Mateus (Zona Leste);

2- Rua Barão do Bananal, na Lapa (Zona Oeste);

3- Rua Alvinópolis, na Penha (Zona Leste);

4- Rua do Manifesto, no Ipiranga (Zona Sul);

5- Rua Ragueb Chohfi, em São Mateus (Zona Leste);

6- Rua Capote Valente, em Pinheiros (Zona Oeste);

7- Rua Angelo de Candia, em São Mateus (Zona Leste);

8 – Rua Guamiranga, na Vila Alpina (Zona Leste);

9 – Rua Atual, na Penha (Zona Leste);

10- Rua Agostinho Gomes, no Ipiranga (Zona Sul);

11 – Av. Prof. Francisco Herman Junior, em Pinheiros (Zona Oeste);

12 – Rua Caiowaa, em Perdizes (Zona Oeste);

13 – Rua Cipriano Barata, no Ipiranga (Zona Sul);

14 – Rua Cavour, na Vila Alpina (Zona Leste);

15 – Rua Paulo Bregaro, no Ipiranga (Zona Sul);

16 – Av. Arruda Botelho, em Pinheiros (Zona Oeste);

17 – Av. Alfonso Bovero, no Sumaré (Zona Oeste);

18 – Rua Elíseo Ferreira, em São Mateus (Zona Leste);

19 – Rua Sóror Angélica, na Casa Verde (Zona Norte);

20 – Rua Leopoldo de Freitas, na Penha (Zona Leste).

Proteja seu veículo com a Carsystem! Acesse o hotsite e adquira o seu rastreador em condições especiais! www.carsystem.com/blog

Mogi das Cruzes é a cidade com mais roubos de veículos da região do Alto Tietê

Resultado de imagem para mogi das cruzes

Dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) mostram que 346 veículos foram furtados nas ruas de nove das dez cidades do Alto Tietê em maio deste ano. Mogi das Cruzes é a cidade com o maior volume de furtos: 86 em um mês. Na análise por bairros, a cidade também tem o maior número, com onze furtos de veículos na região central.

Em seguida, está Itaquaquecetuba com 81 casos e Suzano, com 70 boletins de ocorrência registrados no período. Ferraz de Vasconcelos registrou em maio 42 furtos de veículos, seguido de Poá (39), Arujá (14), Santa Isabel (10), Biritiba-Mirim (3) e Guararema (1). Em Salesópolis não foi registrado nenhum caso.

(Fonte G 1)

Proteja seu carro ou moto com a Carsystem! Adquira o seu rastreador em condições especiais pelo hot site: http://www.carsystem.com/blog/

Roubos de carros e motos disparam na Região de Campinas. Polícia recupera menos da metade dos veículos.

Campinas: índice de recuperação de veículos roubados é de apenas 49%.

A região metropolitana de Campinas, segunda mais populosa do Estado de São Paulo, registra aumento do número de furtos e roubos de veículos. Os casos cresceram 10% em sete cidades em janeiro deste ano, comparados com o mesmo período do ano passado, segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. Artur Nogueira, Campinas, Morungaba, Paulínia, Pedreira, Valinhos e Vinhedo tiveram juntas 655 crimes, uma média de 22 por dia, e neste mês houve recuperação de 304 – igual a 46% das unidades.

Campinas, a maior cidade da região, concentra a maioria das ocorrências: foram 307 furtos e 251 roubos de veículos, que aumentaram respectivamente 2,3% e 11% em relação a janeiro de 2016. Por outro lado, de acordo com a Secretaria de Segurança (SSP), houve localização de 275, o equivalente a 49% dos casos. Isso significa que a cada duas vítimas, apenas uma recupera o veículo.

O total de veículos recuperados em ações de segurança nas cidades, por outro lado, diminuiu 3,7% no intervalo considerado – foi de 316 unidades para 304.

Áreas problemáticas

Segundo a Polícia Civil, as áreas mais críticas para roubos e furtos de motos em Campinas ficam no Centro – ruas Barão de Jaguara e Ferreira Penteado, e Avenida Doutor Thomaz Alves. Em relação aos automóveis, os pontos mais críticos ficam nas regiões do Centro e Lagoa do Taquaral. Nesses locais, houve aumento de 171% dos casos em 2017.

Quem tem rastreador Carsystem tem muito mais chances de ter o veículo localizado e recuperado em caso de roubo,. Acesse o hot site http://www.carsystem.com/blog/ e confira as promoções para adquirir o seu!

São Paulo é a capital brasileira do roubo de veículos

Reportagem do Programa Fantástico exibido em 11 de junho confirma: São Paulo é a capital brasileira do roubo de veículos.

Só no ano passado, foram 188.881 ocorrências entre furtos e roubos, o que equivale a 226 por dia ou 1 caso a cada 3 minutos. Em 2017,  já foram mais de 25 mil casos. O total de carros furtados ou roubados é maior do que o volume de vendas das duas maiores montadoras do país.  A capital e a Região Metropolitana respondem a cerca de 70% dos furtos e roubos do Estado.

Essa indústria do crime é alimentada pelos desmanches clandestinos, vistos a céu aberto, nas ruas, em matas e terrenos abandonados. Nesses locais, os bandidos retiram todas as peças dos carros que podem ser vendidas, deixando apenas as carcaças.

Antes, os desmanches clandestinos ficavam escondidos em empresas de fachada. Depois de 2014, com a implantação da Lei dos Desmanches, foi resolvido apenas o problema de quem queria ter um desmanche legalizado. Quem atuava à margem da lei, continuou desmanchando carros roubados.

Nesses casos, o rastreador é o maior aliado das vítimas. Como o carro roubado é desmanchado rapidamente, localizar o veículo o quanto antes aumenta a chance de recuperar o veículo inteiro.

Proteja seu veículo com o melhor Rastreador do Brasil! A Carsystem está há 16 anos no mercado, já instalou 400 mil equipamentos e recuperou mais de 45 mil veículos. Acesse o hot site e veja nossas promoções: www.carsystem.com./blog

 

Seu carro está com barulho? Aprenda a identificar a causa

Com o tempo de rodagem em ruas esburacadas das cidades brasileiras, alguns barulhos começam a surgir no carro. Alguns são fáceis de serem identificados, mas muitos perturbam o motorista.

Veja abaixo os ruídos mais comuns, como eles se manifestam e o que podem significar.

BARULHOS NA DIANTEIRA
São os mais comuns, até porque o peso do motor exige mais da suspensão dianteira. Os problemas mais frequentes dizem respeito a amortecedores, molas, bandejas, pivôs e buchas da barra estabilizadora. São ruídos comuns e facilmente identificados através de uma inspeção visual.

Os ruídos intermitentes estão relacionados a determinadas situações, como torções, subidas, valetas ou mesmo a combinação delas. Confira exemplos:

1) Pinos do cavalete das pinças de freio. Geralmente o ruído acontece quando você pisa no freio levemente.

2) Folga na fixação dos amortecedores: tambémacontece quando esterçamos o volante e passamos em lombada ou valeta.

3) Coxim do motor quebrado. Dependendo de cada modelo, o motor é apoiado por três ou quatro coxins. Ao passamos em buracos, o peso do motor recai sobre seus apoios; quando um deles esta quebrado, escuta-se um ruído grave. O motivo pode ser identificado visualmente ou provocando a torção motor, puxando o freio de mão e tentando movimentar o veículo para frente ou para trás.

4) Bieleta com folga. Esta peça da suspensão dianteira costuma não aparentar problema quando inspecionada visualmente. A maneira de identificar o defeito é retirá-la da suspensão e dar uma volta com o carro em baixa velocidade. Se o barulho sumir, é de bom substituir o par.

BARULHOS NA TRASEIRA

Na parte de trás do carro existem barulhos tradicionais como os de amortecedores sem ação, molas quebradas, escapamento solto, folga na fixação do estepe e macaco, tampão traseiro dos alto-falantes.

Os mais difíceis de descobrir são:
1) Folga na fechadura da tampa da mala: a tampa traseira fica batendo. Existem alguns batentes de borracha na tampa traseira que, muitas vezes, caem, deixando a tampa com folga. Uma regulagem resolve.

2) Pontos de solda soltos na lataria. Apesar de raros, eles costumam deixar qualquer mecânico louco. Geralmente o problema ocorre em veículos que sofreram grandes colisões.

3) Folga na trava do encosto do banco traseiro.Este barulho só ocorre quando o banco está vazio; se alguém se sentar, o barulho some. Nestes casos, apesar de ser ilegal, alguns mecânicos chegam andar em ruas de paralelepípedo dentro do porta malas para identificar pontualmente o local do barulho…

BARULHOS NO MEIO DO CARRO

Esta região tem poucos focos de barulho, porém não menos chatos de serem identificados. Os mais comuns ocorrem dentro das portas, geralmente devido a instalações mal feitas como alto-falantes soltos e módulos e acabamentos mal fixados. Carros blindados são as maiores vítimas.

Os causadores de ruídos no meio do carro mais difíceis de serem desvendados são:

1) Pinos de porta com desgaste: eles ocorrem em veículos com portas grandes e pesadas. Geralmente o barulho se confunde com um barulho na coluna ou mesmo na suspensão. Para identificá-los é necessário andar a 5 km/h em rua esburacada (e vazia) e abrir a porta em 10 centímetros: se o barulho parar, será necessário substituir os pinos. Às vezes uma regulagem na fechadura resolve.

2) Bancos dianteiros. Atingem principalmente o do passageiro, geralmente quando está vazio. As causas são folgas no trilho ou no encosto de cabeça.

3) Fixadores do cinto de segurança na coluna: eles também costumam fazer barulhos intermitentes.

Lembre-se: um veículo possui milhares de peças que podem causar barulhos intermitentes. Procurar uma oficina especializada em determinada marca é interessante, pois a experiência poderá encurtar o tempo de permanência do veículo na oficina.

Fonte: G 1

Você já tem seu rastreador Carsystem? Acesse o hot site e compre o seu, com preços especiais: http://www.carsystem.com/blog/

 

Aumento de roubo de veículos no RJ faz preço de seguro disparar

Os casos de furto e roubo de veículos atingiram níveis alarmantes no Rio de Janeiro. O problema se reflete no forte aumento de preços dos seguros.

Só no primeiro trimestre desse ano, o crescimento do número de carros roubados na Zona Sul do Rio foi de 45% em comparação ao mesmo período de 2016. Nas Zonas Norte o crescimento foi de 18% e na Oeste, 20%.

” Vamos partir do princípio de 100 veículos roubados por dia. Em média, 20% são recuperados, isso porque os carros são abandonados. Aqueles que ficam com os criminosos são levados para o desmanche, e também são vinculados a clones”, diz Julio Cesar Rosa, diretor executivo da Federação Nacional de Seguros Gerais.

Segundo o sindicato das seguradoras, a taxa de roubos em carros com seguro é de 8 a cada 10 carros. E isso, segundo um diretor do sindicato, entra na conta das seguradoras.

” A seguradora especifica de acordo com o modelo do veículo, a região e o perfil do segurado. Os roubos explodiram, e por isso o preço dos seguros subiu muito “, diz Roberto Santos, diretor do Sindicato. Ele deu algumas dicas.

“O uso de garagem reduz substancialmente o preço do seguro, caso a pessoa more em uma região com altos índices”, afirmou ele. Com seguro popular e garagem, o seguro pode descer a até R$ 1542, 25% a mais do que o valor atual na maior parte das seguradoras.

Fonte G 1.

Diante desse quadro, adquirir um rastreador é a melhor opção levando em conta a relação custo-benefício. Além disso, a Carsystem oferece o plano Carsystem com Seguro, sem análise de perfil, com custo até 50%  mais barato que o seguro tradicional e rastreador grátis.

Adquira o seu em condições especiais no hotsite: http://www.carsystem.com/blog/

Saiba quais são os horários com maior índice de roubo de veículos

Um estudo encomendado por duas das maiores seguradoras do país, aponta que os índices de roubo (com ameaça ou ação violenta) e furtos de carros são maiores à noite (18h às 24h). Cerca de 52% dos casos ocorrem nesse horário.

A  madrugada (0h a 6h)  período que muitos julgam ser o mais perigoso, é, na verdade, o que registra menos ocorrências, com 8% do total dos casos.

O período que vai das 12 às 18 horas também apresentou alto índice de furtos e roubos de veículos, com 22% das ocorrências.

A parte da manhã, entre 6 e 12h, teve teve índices consideráveis de ocorrências, graças ao alto número de roubos que ocorrem quando as pessoas saem com o carro da garagem para ir ao trabalho. Nesse horário ocorreram 18% dos casos.

O levantamento aponta que não há um dia da semana específico com maior risco de furtos ou roubos. Segundo a pesquisa, cada dia registrou cerca de 14% das ocorrências.

Sudeste mais violento

Ainda de acordo com o estudo das seguradoras, 64,2% dos roubos/furtos aconteceram na região Sudeste. Em seguida vem o Sul, com 14%. Nordeste e Centro-Oeste concentraram, respectivamente, 10% e 9% dos casos, enquanto o Norte teve apenas 2,8%.

Embora haja relação entre esses percentuais e o tamanho da frota de cada região, também foi no Sudeste que, sempre segundo a pesquisa, houve maior frequência de roubo/furto a cada 100 automóveis circulantes: 1,21. O Sul, por exemplo, caiu para quarto nesse quesito, registrando 0,68, atrás de Centro-Oeste (0,75) e Nordeste (0,71). Já a média nacional ficou em 0,96 carro roubado/furtado para cada 100 nas ruas.

Proteja seu veículo com a Carsystem! Acesse o site http://www.carsystem.com/blog/ e veja nossas promoções.

CARSYSTEM - Em todo o Brasil, Proteção tem Nome.